domingo, 19 de junho de 2016

Juros negativos, rendimentos despencados e um 'remédio' para a economia

17/6/2015, Mike Whitney, Counterpunch


"O que falta são déficits maiores, mais estímulo fiscal e mais gasto do governo. Essa é a chave. (...)
A oportunidade de tomar empréstimos assim tão baratos (provavelmente) não durará para sempre, e países que aumentem os déficits terão (provavelmente) de reverter a rota, mas enquanto durar, todos poderão viver vida muito melhor, em vez dessa 'austeridade' sem sentido algum."

Traduzido pelo Coletivo Vila Vudu



Na 3ª-feira, o título de dez anos da Alemanha deslizou para o bizarro mundo dos juros negativos, em que os emprestadores de fato pagam aos governos para que tomem emprestado o dinheiro deles. À parte a evidência de que viram o capitalismo de cabeça para baixo, juros negativos ilustram o pensamento turvo de banqueiros dos bancos centrais, que continuam a acreditar que poderiam estimular o crescimento reduzindo o custo do dinheiro. Lamentavelmente, a realidade aponta na direção contrária. No momento, há mais de $10 trilhões de dívida soberana com juros negativos, mas... nem sinal de expansão do crédito em lugar nenhum. Assim também, o PIB global já mal rasteja, indicando que juros negativos tampouco estão tendo qualquer impacto significativo sobre o crescimento. Assim sendo, se juros negativos são realmente tão fantásticos como parecem crer os banqueiros centrais, a coisa absolutamente não aparece nos números. Eis como oWall Street Journal resumiu tudo isso:

"Juros negativos refletem falta de confiança nas opções para investimento privado. Também desestimulam a poupança que possa ser investida em negócios rendosos. Papeis de 10 anos com juros negativos é menos um sinal de mágica monetária e, muito mais, é sinal de fracasso da política econômica." ("Money for Nothing" [lit. Dinheiro grátis], Wall Street Journal)

Bingo. Juros negativos apenas sublinham o fato de que os políticos e arquitetos de políticas estão absolutamente sem saber o que fazer no que tenha a ver com aplicar 'remédios' à economia. Juros negativos são sinal de desespero.

Nas últimas duas semanas, rendimentos de papéis de longo prazo só fizeram cair, em ritmo jamais visto. A crescente possibilidade de um "Brexit" (quando a Grã-Bretanha votará a favor de separar-se da União Europeia no referendum do dia 23 de junho) está metendo os investidores, feito doidos, em papéis sem risco, da dívida do governo. A pressão para baixo sobre os rendimentos já empurrou o preço dos bônus do Tesouro dos EUA e da Alemanha acima do telhado, enquanto sinais de estresse já levaram "a régua do medo" [ing. "fear gauge" (VIX, 'índice de volatilidade')] de volta ao vermelho. Eis a breve recapitulação feita por Bloomberg:

"O mercado de ações de hoje desafia praticamente qualquer comparação que a humanidade tenha conhecido.
Nunca antes corretores pagaram tanto para ter trilhões de dólares em dívidas e obtiveram tão pouco em troca. Jack Malvey, uma das figuras mais respeitáveis do mercado de ações, pesquisou para trás, até 1871, e não encontrou momento algum em que os rendimentos globais estivessem sequer próximos do baixio de hoje. Bill Gross foi ainda mais longe, e tuitou que estamos hoje no ponto mais baixo "em 500 anos de história escrita".
Crescimento global estagnado, taxas negativas de juros e bancos centrais vendendo como loucos, tudo isso manteve alta a demanda pela dívida dos governos, mesmo que mais de $8 trilhões dos bônus mergulhem abaixo de zero." (...)
A probabilidade de os EUA entrarem em recessão em 2017 é hoje a mais alta desde o início da atual expansão, há sete anos, segundo JPMorgan Chase & Co. A Organização para Cooperação Econômica e Desenvolvimento [ing. OECD] também alertou esse mês que a economia global está escorregando para a arapuca (profecia anunciada e que se autorrealiza) do "baixo crescimento". Mais que isso, o voto dos britânicos sobre separar-se esse mês da União Europeia está sendo causa de grandes sobressaltos no mercado." ("Most Expensive Bond Market in History Has Come Unhinged. Or Not", Bloomberg)

Há vários fatores afetando o rendimento dos papéis: medo, de que um Brexit gere ainda mais turbulência nos mercados e talvez mais uma crise financeira; pessimismo, com o futuro do crescimento cada vez mais sombrio, mantendo fraca a demanda por crédito. (...) E uma falta de confiança em que os políticos conseguirão alcançar a meta de inflação que inventaram, de 2%, com salários e consumo pessoal achatados. Tudo isso turbinou o voo para a segurança, que pressionou os rendimentos. Mas a causa primária dos rendimentos despencantes é a intromissão do banco central, especialmente o "alívio quantitativo", que distorceu dramaticamente os preços, reduzindo a oferta de papéis do Tesouro dos EUA em mais de $2,5 trilhões, só nos EUA. David Stockman oferece bom resumo do que está realmente acontecendo, num postado incendiário intitulado "Bubble News From The Nosebleed Section" [aprox. Notícias de bolha que vêm do setor barato das arquibancadas"]. Eis uma amostra:

"Um dos mitos mais persistentes das Finanças de Bolha [orig. Bubble Finance] é que os ganhos de ações caíram a zero e abaixo disso, por causa da "lowflation" ["inflação ultra baixa"] e do crescimento global em declínio. Supostamente, o mercado estaria "precificando" [orig. "pricing-in"] o espectro da deflação. Nada disso. Apesar de sua insuperável arrogância, os bancos centrais ainda não aboliram a lei da oferta & demanda.
O que fizeram, isso sim, foi enfiar as patas gordas na equação de precificação do mercado, acrescentando assim uma larga cinta para prender na balança o prato da demanda, pelo furor de fazer trabalhar ao máximo as impressoras de dinheiro. Na verdade, o que foi "precificado" [orig. "priced-in"] para dentro da grande bolha global de ações são as compras de ações de bancos, cerca de $19 trilhões, desde meados dos anos 1990s, e que foram financiadas com dinheiro extraído do mais puro ar." ("Bubble News From The Nosebleed Section", David Stockman’s Contra Corner)

Nunca antes os bancos centrais intervieram na operação dos mercados, na extensão em que o fazem nos últimos sete anos. A quantidade de liquidez que derramam no sistema distorceu de tal modo, tanto, os preços, que já não se pode avaliar racionalmente coisa alguma baseando-se em desempenhos passados ou modelos desatualizados. É um bravo novo mundo, e nem o Fed sabe com certeza como proceder. Considere-se por exemplo o objetivo declarado do Fed de "normalizar os juros". Pense no que significa isso. É a admissão tácita de que os sete anos de intervenção pelo Fed destroçou de tal modo as coisas, que será preciso fazer esforço monumental para devolver os mercados à condição original. 

Desnecessário dizer que, sempre que [Janet] Yellen fala de "normalizar", as ações despencam, com os corretores comprando muito, porque concluem que o Fed está pensando em subir as taxas de juros. Outra vez, em Bloomberg:

"Ano passado, a inflação em economias desenvolvidas ficou em 0,4% e prevê-se que alcance no máximo 1% em 2016 — metade dos 2% de meta definida pelos maiores bancos centrais, como mostram os dados reunidos por Bloomberg."

Quer dizer então que Bloomberg e demais veículos da mídia-empresa elitista querem nos fazer crer que esses economistas super educados e treinados e gurus financistas nos bancos centrais, ainda não conseguem saber como fazer para gerar uma reles boa inflação? É nisso que esperam que todos nós acreditemos? 

Bobagens. Se Obama readmitisse os 500 mil funcionários do setor público que foram demitidos durante a recessão, logo teríamos inflação positiva num piscar de olhos. Mas os barões gordos não querem isso. Não querem pleno emprego ou salários melhores ou trabalhadores com acesso a fatia maior dos ganhos na produção.

O que eles querem é economia permanentemente encilhada, que cresça parcos 2%, para que eles, os barões gordos, continuem a tomar empréstimos baratos no mercado de ações e usar os procedimentos de sempre para recomprar as suas próprias ações, ou lançar dividendos com o dinheiro que acabaram de roubar de investidores Papai&Mamãe. O que querem, realmente, é isso.

E é por isso que Krugman e Summers e outros bajuladores graduados em escolas da Ivy League cozinharam a tal teoria bandida lá deles, da "estagnação secular". É a tentativa de criar uma explicação econômica para manterem até o final dos tempos as mesmas políticas.

O que se pode fazer? Há meio para virar a direção em que anda esse trem e pôr a economia de volta nos trilhos para a recuperação?

Claro que sim. Por mais que as questões políticas sejam espinhentas, as questões econômicas são sempre claras e diretas. O que falta são déficits maiores, mais estímulo fiscal e mais gasto do governo. Essa é a chave. Aí vi um recorte de artigo de VOX que resume a coisa perfeitamente:

"Mas, se a causa exata do boom das ações permanece meio confusa, o curso correto da ação é absolutamente claro e óbvio: se a comunidade financeira internacional quer emprestar dinheiro assim tão barato, os governos devem tomar empréstimos e dar bom uso ao dinheiro! Idealmente, significa ter dinheiro para projetos de infraestrutura, que são grandes, caros e úteis — o tipo do negócio que paga dividendos durante décadas futuras, mas que, em tempos comuns, podem intimidar (...).
A oportunidade de tomar empréstimos assim tão baratos (provavelmente) não durará para sempre, e países que aumentem os déficits terão (provavelmente) de reverter a rota, mas enquanto durar, todos poderão viver vida muito melhor, em vez dessa 'austeridade' sem sentido algum." ("Financial markets are begging the US, Europe, and Japan to run bigger deficits" [Mercados financeiros suplicam que EUA, Europa e Japão aumentem seus déficits], VOX)

É magnífico conselho, e não há razão para não o seguir. O autor acerta: essas taxas de juros não durarão para sempre. Temos também de dar bom uso a elas (trabalho para muitos, aumentos de salários, revitalizar o defunto sistema de bem-estar, expandir programas de energia verde, aumentar os fundos para educação, assistência à saúde, aposentadorias, etc. Todos esses são programas que mantém a rápida circulação do dinheiro dentro do sistema. Estimulam o crescimento, elevam padrões de vida e constroem sociedades melhores para os cidadãos.

Consertar a economia é a parte fácil. Duro é dar jeito na política.*****

9 comentários:

Thiago Bruno disse...

Olá,

Você está cansado de procurar empréstimos e Hipotecas,você tem sido rejeitado
constantemente Por seus bancos e outras instituições financeiras,oferecemos qualquer forma
de empréstimo para pessoas singulares e colectivas a baixa taxa de juros de 2%.Se você está interessado em tomar um empréstimo,sinta-se livre para entre em contato conosco hoje,nós prometemos oferecer a você os melhores serviços.Basta dar-nos uma tentativa, porque um julgamento vai convencê-lo. Quais são as suas necessidades Financeiras?

Você precisa de um empréstimo de negócio?
Você precisa de um empréstimo pessoal?
Você quer comprar um carro?
Você quer refinanciar?
Você precisa de um empréstimo?

Você precisa de um grande capital para iniciar seu negócio ou proposta de expansão? Você perdeu a esperança e acham que não há nenhuma maneira para fora, e de seus encargos financeiros ainda persiste?

Por favor, não hesite em contactar-nos para uma possível cooperação empresarial

Contacte-nos através do email: (creditoffer2468@gmail.com) ou telefone para +447031941969

Owen Harvey disse...

serviços universais Standard Life oferece uma ampla gama de programas de empréstimo que variam de empréstimos pessoais, empréstimos comerciais, empréstimos a pequenas empresas e.t.c.
Você já foi rejeitado pelos bancos ao longo de um empréstimo para iniciar o seu negócio ou refinanciar seus projetos? Nos serviços universais Standard Life, entendemos empréstimos são tão individuais como as pessoas que se aplicam para eles. Então, nós personalizar soluções de crédito para atender às suas necessidades exclusivas. Mas uma coisa é sempre a mesma para cada Standard Life cliente serviços universais: nós nos esforçamos para fazer empréstimos fácil, conveniente e acessível. Você pode entrar em contato Standardlifeorg@outlook.com para mais informações, ou + (447) 042-045.878

trai disse...

Estou tão feliz que eu tenho o meu empréstimo de US $17.000 de zenithloans@yahoo.com, evitar o golpe da internet, se você precisa de um empréstimo, entre em contato com esta firma em zenithloans@yahoo.com e obter o seu empréstimo imediatamente eles são confiáveis.

trai disse...

Estou tão feliz que eu tenho o meu empréstimo de US $17.000 de zenithloans@yahoo.com, evitar o golpe da internet, se você precisa de um empréstimo, entre em contato com esta firma em zenithloans@yahoo.com e obter o seu empréstimo imediatamente eles são confiáveis.

Muhammad Ramzan disse...




¿Estás buscando una hipoteca? Buscando un préstamo rápido o una firma de financiamiento para un negocio, póngase en contacto con nosotros hoy en la compañía de préstamos de Atlas para obtener un préstamo o fondos de inversión de $ 1,000.00 a $ 100,000,000.00.
** Préstamo personal (seguro y no seguro)
Préstamo de negocio (seguro y no seguro)
** Préstamo de coche (seguro y no seguro)
** Consolidación de deuda Préstamos (seguros y no garantizados)
(Ramzanhelp31@gmail.com)
Atentamente,
Greymac-hipoteca.

Adams Ruben disse...

Caros Candidatos,

Você está procurando liberdade financeira? Você está em dívida, você precisa de um empréstimo para iniciar um novo negócio? Ou você desmoronar financeiramente, você precisa de um empréstimo comprando um carro ou uma casa? O seu banco sempre recusou o financiamento? Você quer melhorar sua financeira? Precisa de um empréstimo para pagar suas contas? Não olhando mais, damos-lhe as boas-vindas para uma oportunidade para todos os tipos de empréstimos obter a taxas de juros muito acessíveis de 3% para outros Para informações, entre em contato conosco agora por e-mail para: (adamsrubenloanfirm01@gmail.com)

Por favor escreva de volta se você estiver interessado em preencher este formulário e voltar para mim agora.

FORMULÁRIO DE PEDIDO DE EMPRÉSTIMO.

Nome completo:
País:
Gênero:
Estado civil:
Endereço:
Cidade:
Ocupação:
Renda mensal:
Código postal:
Montante do empréstimo:
Duração do empréstimo:
Número de celular:
Você fala inglês:
Número do WhatsApp:

Após submeter o pedido de empréstimo, você pode esperar uma resposta preliminar menos de 24 horas e financiamento dentro de 72-96 horas do recebimento de Informações que precisamos de você para o nosso e-mail da empresa (adamsrubenloanfirm01@gmail.com)
Esperando ouvir de você.

Cumprimentos.
Sr. Adams Ruben

Maria Hoffman empréstimos disse...

BEM-VINDO AO MARIAN HOFFMAN marianhoffman.finance@gmail.com visa proporcionar excelente
serviço profissional.

Você é um homem de negócios ou uma mulher? Tem alguma confusão financeira ou precisa de fundos para iniciar seu próprio negócio? Você precisa de um empréstimo para iniciar uma pequena escala e médias empresas? Você tem uma baixa pontuação de crédito e têm dificuldade para emprestar o capital de bancos locais e outras instituições financeiras ?.

Nossos empréstimos são bem segurado para o máximo de segurança é nossa prioridade, nosso objetivo principal é ajudá-lo a obter os serviços que você merece, nosso programa é a maneira mais rápida de obter o que você precisa em um instante. Reduzir seus pagamentos para aliviar a pressão sobre suas despesas mensais. Ganhe flexibilidade com o qual você pode usar para qualquer fim - de férias, à educação, à compras únicas

Nós oferecemos uma ampla gama de serviços financeiros, incluindo: Planejamento de Negócios, Finanças e Desenvolvimento, Propriedades e hipotecas, empréstimos de consolidação da dívida, empréstimos comerciais, empréstimos privados, refinanciamento de empréstimos de habitação com baixa taxa de juros em 2% ao ano para indivíduos, empresas e corporações. Obter o melhor para sua família e sua própria casa de sonho e nosso esquema de empréstimos em geral.

Oferecemos todos os tipos de empréstimos - Solicitar empréstimos acessíveis.

Entre em contato conosco para mais informações: marianhoffman.finance@gmail.com
Por favor, escreva-nos informações sobre o empréstimo;

INFORMAÇÃO BORROWER

1) Nome completo:
2) País:
3) Endereço:
4) Estado:
5) Sexo:
6) Estado civil:
7) Profissão:
8) Telefone:
9) Renda mensal:
10): Parentes
11) Valor do Empréstimo Necessário:
12) Empréstimo Duração:
13) Finalidade do empréstimo:
14) Specific Date você precisa do empréstimo:

Se você estiver interessado em obter um empréstimo, por favor contacte-nos com a exigência de empréstimo.
Entre em contato conosco para mais informações: marianhoffman.finance@gmail.com

Atenciosamente,
Ms. Marian Hoffman
Marianhoffman.finance@gmail.com

Esperamos ouvir de você

?? candidatos interessados ​​devem contactar-nos por e-mail: marianhoffman. finance @ gmail.com

Anônimo disse...

Meu nome é Maria Eduarda Lívia e sou espanhol Quero usar esse tempo para dizer a todos na Internet sobre como eu tenho o meu empréstimo hoje uma nova empresa de empréstimo legítimo 2017 o nome da empresa é Marian Hoffman empresa de empréstimo estou legítimo e eles nunca viram a empresa na Internet antes e ontem eu vi em um site e decidiu aplicar-lhes que me disse tudo o que eu preciso fazer e depois deles recebi meu empréstimo em minha conta bancária hoje. Eu uso esse tempo para dizer a todos na internet, se você precisa de um empréstimo legítimo empréstimo Esta é a empresa real para implementar e imediatamente aplicá-las apenas a certeza de que você irá receber o seu empréstimo com segurança deles e seja feliz. Se você estiver interessado em um empréstimo Marian Hoffman é a empresa para aplicar que são empresa de empréstimo reais e legítimas 2017 e-mail há marianhoffman.finance@gmail.com

Anônimo disse...

Olá meu nome é Pamela Renata Giovana sou espanhol eu só tenho o meu empréstimo de 50.000 reais desta nova empresa empréstimos legítimos 2017 e o nome da empresa é Marian Hoffman empresa de empréstimo que pediu um empréstimo ontem e só tenho um alerta do meu banco hoje foi um fundo de 50.000 reais na minha conta e eu estou tão feliz que todos se você precisa de um empréstimo real isso é a empresa para aplicá-las são reais e não se esqueça que se você solicitar um empréstimo deles hoje e eles são rápidos com eles amanhã esperar seus fundos de empréstimo em sua conta de forma segura. Então, se você precisa de um empréstimo a partir deles você só pode contatá-los via e-mail em marianhoffman.finance@gmail.com lá.

Graças a quem ler o meu post novamente eu fiquei Pamela Renata Giovana.