terça-feira, 3 de abril de 2018

China opta pelo caminho mais longo, para resolver o quebra-cabeças do petroyuan*, por Pepe Escobar

30/3/2018, Pepe Escobar (de Asia Times, in Information Clearing House


Traduzido pelo Coletivo Vila Vudu



Poucas viradas do jogo geoeconômico são mais espetaculares que os futuros contratos de compra de petróleo a serem denominados em yuan – especialmente quando são firmados pelo maior importador de cru do planeta.

Mas a estratégica da mídia em Pequim parece ser reduzir muitíssimo o noticiário sobre o lançamento do petroyuan na Bolsa Internacional de Energia de Xangai.

Mesmo assim, sente-se no ar uma euforia discreta. O cru Brent subiu a $71 por barril pela primeira vez desde 2015. O West Texas Intermediate (WTI) alcançou o preço mais alto em três anos, com $66,55 por barril, depois recuou para $65,53.

Da série "primeira-vezes" do petroyuan destacam-se a primeira vez que investidores de além-mar conseguem acesso a um mercado chinês de commodity. Significativamente, os EUA-dólares serão aceitos como depósito para pagamento. Em futuro próximo, serão aceitas como depósito também outras moedas de uma cesta a ser definida.

O lançamento do petroyuan será o golpe de misericórdia no petrodólar – e o nascimento de conjunto completamente novo de regras? Calma. Não tão depressa. Pode demorar anos, e depende de muitas variáveis, a mais importante das quais será a capacidade da China para dobrar, ajustar e, afinal, comandar o mercado global de petróleo.

Com o yuan consolidando-se progressivamente até a completar o projeto, a ameaça que o petroyuan faz ao EUA-dólar, inscrito num processo de longo prazo, disseminará o Santo Graal: contratos futuros de petróleo cru precificados em yuan plenamente conversível em ouro.

Significa que o grande conjunto de parceiros comerciais da China poderão converter yuan em ouro sem a necessidade de manter fundos em valores chineses nem de convertê-los em EUA-dólares. Exportadores que enfrentar a fúria de Washington, como Rússia, Irã ou Venezuela, podem assim escapar das sanções norte-americanas ao negociar petróleo em yuan conversível em ouro. Irã e Venezuela, por exemplo, não terão problema para redirecionar os navios-tanque para a China, para vender diretamente no mercado chinês, não é preciso mais que isso.

Como escapar do feitiço do EUA-dólar 

No prazo de curto a médio, o petroyuan com certeza estimulará o interesse pela Iniciativa Cinturão e Estrada (ICE), especialmente no que tenha a ver com a Casa de Saud.

Ainda não está claro que papel terá Pequim como parte da privatização da estatal saudita do petróleo, Aramco, mas será passo decisivo na direção de um momento histórico, quando Pequim orientará – ou obrigará – Riad a começar a aceitar pagamento em yuan nos negócios de petróleo.

Só então o petrodólar poderá entrar em risco grave – assim como o EUA-dólar como a moeda global de reserva.

Já destaquei como, na cúpula dos BRICS de 2017 o presidente russo Vladimir Putin não mediu palavras no apoio que deu ao petroyuan, especificamente desafiando a "injustiça" da dominação unipolar pelo EUA-dólar.

Como contornar o EUA-dólar, e o petrodólar, é tema que se discute em reuniões de cúpula dos BRICS já há anos. A Rússia é hoje a maior fornecedora de petróleo cru à China (1,32 milhões de barris/dia, mês passado; 17,8% a mais, comparados aos números de há um ano.) Moscou e Pequim já estão contornando o EUA-dólar no comércio bilateral. Em outubro do ano passado, a China lançou um sistema de pagamento nas duas moedas – yuan e rublo. O sistema se aplicará ao petróleo russo comprado pela China.

Mas todo o edifício do petrodólar depende de a OPEC – e de a Casa de Saud – fazerem o preço do petróleo em EUA-dólares; com todos precisando das 'verdinhas' para comprar petróleo, todos tem de comprar a dívida dos EUA que cresce em espiral. Pequim está decidida a romper esse sistema – demore o quanto demorar.

Como está hoje, o petroyuan não dá acesso aos mercados chineses de petróleo. Começa como grande negócio, especialmente para empresas chinesas que têm de comprar petróleo, mas sempre preferirão evitar as oscilações da moeda estrangeira. E nada muda para o resto do planeta das commoditiesdominado pelo EUA-dólar – pelo menos por enquanto.

O jogo começará a mudar realmente quando outros países perceberem que encontraram uma alternativa real confiável ao petrodólar, e uma mudança em massa para o yuan com certeza desencadeará uma crise do EUA-dólar.

Mas o petroyuan pode provocar no curto prazo é uma aceleração nas próximas crises no mercados de Tesouro e de ações, que respingará inevitavelmente para fora, na forma de uma crise nos mercados globais de moedas.

Aquela cesta paneurasiana de recursos 

O aspecto que realmente muda o jogo, por enquanto, tem a ver mais com o timing finamente demarcado. Pequim construiu plano de ultralongo prazo e ainda escolheu lançar o especialíssimo petroyuan bem no meio de um período de aguda deterioração das relações comerciais com Washington.

A resposta à charada geoeconômica deverá ser o Momento Dourado. Eventualmente o ouro subirá a um nível no qual Pequim – que então terá controle total sobre os mercados de ouro físico – sinta-se pronta para definir uma taxa de conversão.

O lado árabe da equação do petrodólar já deveria ter sido substituído há muito tempo por uma inestimável cesta paneurasiana de recursos que 'deveria' ter sido capturada. Era o sonho de Dick Cheney – que centrava seus sonhos na riqueza em energia da Ásia Central e da Rússia.

Não aconteceu. O que temos hoje, em vez disso, é essa russofobia doentia, maníaca, aos berros – que parece ilustração pornográfica de o quanto é precária a posição das elites do banking ocidental. Para completar, com o petroyuan, a China instala a arma chave, operacional, incorporada na Iniciativa Cinturão e Estrada, capaz de acelerar o fim do momento unipolar.

Mas até aqui só temos o movimento inicial de um jogo de apostas ultra altas. É preciso manter os olhos focados firmemente nas interpolações entre a conectividade comercial e os avanços tecnológicos. O petrodólar pode estar em perigo, mas não está acabado. Longe disso.*****



* Neologia construída por analogia com "petrodólar" (antiga moeda) como aparece no VOLP da ABL [NTs].

3 comentários:

Packers and Movers in Mumbai disse...

We Provide Best Packers And Movers Mumbai List for Get Free Best Quotes, Compare Charges, Save Money And Time,
Household Shifting Services @
Packers And Movers Mumbai

Mahi Chopra disse...

Hello Guys I am Mahi Chopra to offer you a reasonable and fair Escorts Service in Mumbai. I am 23 years old young Independent mumbai escorts who is waiting of your phone call. I am well in behaviour and provides you unlimited mumbai escorts service. Would you like to meet to me in any private place? Call me for booking.


Mumbai Escorts | Call Girls in Mumbai | Mumbai Call Girls | Escorts in Mumbai | Russian Mumbai Escorts | Call Girls Service in Mumbai | Escort Service in Mumbai

Packer Movers Mart disse...

Packers and Movers in Shravasti
Packers and Movers in Shahjahanpur
Packers and Movers in Shahdol
Packers and Movers in Sehore
Packers and Movers in Saputara